quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Causas emocionais


Pronto! melhorei...rs. Não disse que passa? Pois é, passou. Não sinto mais nada hoje, graças a Deus. Agora, só semana que vem. Tem que ter senso de humor para levar esta fase da vida numa boa. Ando sentindo só as unhas da mão doerem um pouco, daí corri para o Dr. Google. Li que elas podem se tornar frágeis e escuras e em alguns casos podem até cair. Ai nem... a unha não... Não vou dar muita atenção para não encucar. Deixa pra lá... Neste troca-troca de experiências que tenho vivido ultimamente com várias pessoas, principalmente com companheiras by câncer de mama, ouvi falar que alguns tipos de câncer estão relacionados a causas emocionais. Não tinha botado muita fé antes, até porque nunca tinha me envolvido profundamente nestes assuntos. Depois de ler muito a respeito, descobri que nos estudos sobre as causas do câncer estão incluídos estudos das causas emocionais. O câncer de mama geralmente está relacionado a perdas por amor, mãe ou filha. Não precisa ser necessariamente de uma causa específica, um conjunto de causas também pode ocasionar um câncer. Sentimentos reprimidos, mágoas não resolvidas, traumas do passado.... tudo isso pode influenciar o surgimento deste e outros males. Na minha vida em particular, ou melhor, nesta vida (pois pode ter sido em outra - acredito em vidas passadas), não me lembro de ter vivido tais situações. Nenhum episódio específico me vem à mente que poderia ter-me feito criá-lo. Claro! Existem outras mil causas associadas a todos os tipos de cânceres, mas não vou falar delas agora. Já tive decepções amorosas e afetivas (como quase toda mulher sonhadora), mas nada fora do normal e nada que me fizesse silenciar a ponto de gerar qualquer conflito interno que induzisse uma doença deste nível. Pelo menos acredito nisso. Na infância sempre fui muito feliz, na adolescência já era meio introvertida, calada, observadora... confesso que até hoje sou assim. Só abro para falar de meus sentimentos se me sinto totalmente segura. Não vejo isso como sendo ruim. No máximo poderia me tornar uma pessoa mal compreendida pelo fato de ocultar alguns pensamentos e sentimentos. Se esse era o problema, hoje resolvi... escrevendo aqui. Quais foram as causas, eu não sei, mas o que posso dizer é: resolva tudo! Liberte-se das mágoas e energias reprimidas. Mal não vai fazer...

8 comentários:

  1. Oi Amanda!!
    Ontem ao ler seu blog, confesso que fraquejei..não sabia o q te falar, por mais q falasse que "vai passar" ainda era pouco, vc precisava de muito mais. Hj qdo li novamente vc já dizia que tinha passado...K bom q passou e vc está se sentindo melhor...que Deus continue te protejendo e te dando forças para superar td que tens passado e que ainda estar por vim. Qdo estivemos juntas a ultima vez, vc me disse uma coisa q hj me preocupa muito, mágoas não resolvidas...que podem trazer problemas futuros... acredito que tudo tem a ver mesmo, foi bom ouvir isso de vc.
    Que vc continue ajudando às pessoas através de seus depoimentos...
    Bjos!!
    Joanilda

    ResponderExcluir
  2. heyyy Flor!!! Que bom que anda melhorando viu?!!

    grande beijos


    Milena (Bahia)

    ResponderExcluir
  3. Vc está sempre em meus pensamentos e orações...Gostaria de estar mais com vc, mas imagino o quanto esse momento é delicado e jamais quero, de qualquer forma, te deixar desconfortável...mas vou logo falando: AMO VC!!!! E estarei sempre ao seu lado (mesmo que distante). Muitos bjos!!!!

    ResponderExcluir
  4. Não sei se vocês sabem mas a AMANDA será madrinha da minha filha, a Clarisse, que chega no final de janeiro. Essa criança, que tem nome de luz, vem trazendo esperança, amor e brilho para minha família e não poderia ter madrinha mais perfeita.
    A Amanda sempre foi minha amiga-prima-irmã e conheço toda sua força e carisma.
    A Clarisse me escolheu como mãe e tenho certeza que escolheu a AMANDA como madrinha.
    TE AMAMOS AMANDA AMADA e lembre-se que sempre ao seu lado existe a fé, força, carinho e orações de uma cumadre e uma afilhada que desejam a vc o que há de melhor nesse mundo!
    BEIJOS...BEIJOS...
    FABIANA E CLARISSE

    ResponderExcluir
  5. Prima,
    Estou muito feliz que você tá melhor.
    Isso mesmo!!! Já já isso tudo é passado!!!
    Saudades!!!
    Bjs
    Rafaela

    ResponderExcluir
  6. Thiago Luiz Ticchetti28 de outubro de 2009 12:07

    Olá Amanda. Isso mesmo! Continue com essa força e pensamento positivo que você vai superar esse obstáculo. A Vida é feita de vitórias e derrotas e graças a Deus nós conquistamos muito mais vitórias. Já passei pelo o que você e sua família tem passado porque minha mãe teve câncer de mama. Você vai conseguir!

    ResponderExcluir
  7. Amanda tenho duas tias com câncer, e elas não são muito de falar! O que vc disse foi muito bom de ler, e sentir por você e por elas. Irei apresentá-las ao seu blog. Não desanime e nem deixe de escrever! É bom ver coragem na luta, e amor na dor!
    Um abraço, Jussara.

    ResponderExcluir
  8. oi amanda a minha mãe ta com essa doença.e ela se encontra nervosa e desanimada,e ler a sua historia foi muito bom.sua força e sabedoria e que deus te abençoe
    um abraço,alessandra

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui: